domingo, 13 de maio de 2012

Mãe !



Mãe. Obrigado. Muito obrigado pelos 40 anos e 09 meses de convivência contigo. Mais um dia das mães chegou e com ele segue-se a rotina de filhos e mães juntos. Almoços em família, presentes, abraços, carinhos, enfim, tudo que a data tão especial nos proporciona.

No nosso caso mãe, desculpe não poder estar aí pessoalmente com você, mas a distância que nos separa fisicamente não é nada comparado ao amor mútuo que nos une.

Seguimos nossa estrada da vida, juntos, com sonhos, desejos e realizações.

Desculpe-me por alguma falta. Erros e acertos fazem parte de uma convivência tão especial.

Todos nós conhecemos ex-namorada, ex-esposa, ex-marido, ex-amigo. Ex-mãe até hoje nunca ouvi falar. É um relacionamento eterno. Desde o ventre para sempre.

O relacionamento mais puro de amor e carinho que já conheci foi transmitido e ensinado por você Dna. Carmen. Foi até hoje o único ser humano que em minha trajetória nunca, jamais negou amor e carinho em qualquer momento. Quaisquer que fossem os momentos, ruins, bons.

Teu colo, teus braços sempre abertos a qualquer hora. Sem nada em troca, simplesmente pelo mais puro e emocionante sentimento de amor que possa existir entre dois seres humanos.

Sentimento de mãe não consigo ter. Mas posso ter o privilégio de recebê-lo de você e é isso que mais uma vez te agradeço. Obrigado. Muito obrigado mesmo, por ser a pessoa mais especial da minha vida.

Sei que nunca vou conseguir retribuir na mesma intensidade uma vida inteira de dedicação. Mas pelo menos posso te dizer com maior orgulho e privilégio que amo de paixão ser teu filho.

Te amooooooooooooooooooooooooooooooo.

Sempreeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee.

Um Feliz Dia das Mães a todas essas super mulheres que se entregam numa vida inteira de dedicação e amor aos filhos seus.

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Há Momentos

Há momentos na vida em que sentimos tanto
a falta de alguém que o que mais queremos
é tirar esta pessoa de nossos sonhos
e abraçá-la.

Sonhe com aquilo que você quiser.
Seja o que você quer ser,
porque você possui apenas uma vida
e nela só se tem uma chance
de fazer aquilo que se quer.

Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.

As pessoas mais felizes
não têm as melhores coisas.
Elas sabem fazer o melhor
das oportunidades que aparecem
em seus caminhos.

A felicidade aparece para aqueles que choram.
Para aqueles que se machucam.
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem
a importância das pessoas que passam por suas vidas.

O futuro mais brilhante
é baseado num passado intensamente vivido.
Você só terá sucesso na vida
quando perdoar os erros
e as decepções do passado.

A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar
duram uma eternidade.
A vida não é de se brincar
porque um belo dia se morre.

                                                                                                                                      Clarice Lispector

quarta-feira, 25 de abril de 2012

JOSE TADEU DALLA PEGORARA.... Tio Zé !!!


Hoje, 25 de abril de 2012, encerrou-se um ciclo. Nosso Pai Eterno lá de cima resolveu que era tempo de vir buscar uma pessoa especial aqui. Nos privou do seu convívio. Nos privou de sua alegria contagiante, de seu amor, de seu carisma. O seu jeito de ser e de viver, cativava a todos. Pessoa simples, digna e com o mais puro espírito de luz que já conheci. Obrigado por me deixar fazer parte da tua vida, me ensinando o que é realmente transmitir as pessoas amor, carinho, dignidade pura e simplesmente por ser assim, sem interesses.

Minha infância foi marcada pelo prazer de conviver ao seu lado. Inúmeros momentos maravilhosos que lembro. Uma eterna criança doce, meiga, brincalhona e verdadeira. O seu amor muito me valeu meu tio. Lembro até hoje do apelido.... Hospede.... Também ía para sua casa passar um final de semana e ficava dez dias.... Inesquecível, as guerras de pano de prato...as brincadeiras na oficina. As viajens de ônibus com vinte, trinta pessoas da família. Tantas e tantas histórias que ficaria aqui a noite toda escrevendo. Mas estão aqui dentro de mim. Jamais esquecei.

Pois hoje gente, me tiraram um pedaço importante. O Nosso Pai Maior, precisava dele. Parece que as coisas lá em cima, estavam meio tristes, sem cor. Mas pelo que fiquei sabendo também, precisavam muito de um motorista carreteiro. Ele vai ficar com a maravilhosa tarefa de entregar cargas especiais no céu.

As cargas,,,, nossa....é claro, agora entendo que só podia ser você para tranportá-las.

Agora entendo porque Ele nos privou do seu convívio. Carregar amor, carinho, atenção, dignidade, não seria para qualquer um mesmo. Agora até fico mais consolado. Realmente tinha que ser uma pessoa do teu perfil.

Tio por favor, te cuida tá.... entre uma nuvem e outra.... Pode ter buracos, pode estar muito molhada a pista. E não carrega muito tá.... Se der sono, para..... Descansa. Não arrisque, pois tem muita gente assim como nós aqui que precisa de você.

Ora ora,,,, quem sou eu né, para te falar isso.... Eu que só tenho a aprender a profissão contigo. Estou engatinhando ainda. Dois anos não são nada, perto dos km´s que fizeste. 

Só o que não vou aceitar nunca.... E a nossa viagem Tioooooooooo.....

Queria tanto que viesse comigo numa delas...

Mas também, sei que aqui dentro tu vai estar sempre junto... Não é pelo fato de você ter sido escolhido para essa missão que vamos nos separar...

Quando quizer, a hora que for... senta aqui do meu lado e vamos acelerar por esse mundão a fora....Vamos matear e quero que tu me contes tudo, pode até ser as mesmas histórias que nunca vou me cansar de ouvir.

Podemos até ir na casa das bruxa, só pra dançar tá....senão a Tia vai ficar brava.
E pode deixar que não esqueci e sempre lembrarei...... Não adianta me apressar,,, Se buzinar, vai demorar mais a manobra... Fico nervoso e tranco mais o trânsito....(hehehe).

E quando puder dá uma olhadinha pelo espelho retrovisor da vida e veja tudo o que nos ensinou, todo o amor que nos deu,. todas as pessoas que agora aqui não entendem porque te levaram e sofrem muito. Eu também estou sofrendo. Isso dói.... E não tem remédio... Só o tempo amenizará. Mas estou feliz pela missão que te deram. Na verdade Deus precisava de você aí mais que a gente. 

Então meu tio amado, fica combinado. A gente se encontra por aí.

Descansa. por que você não vai ter muito tempo de folga não viu. Está tudo atrazado as entregas.

Aaaaa... ía me esquecendo... Acho que você já sabe né.. Se precisar de chapa, os anjos são uma bela indicação............Além de uma bela compania, não cobram nada..... Mas tem uns dizem por aí, que são meio preguiçosos.... Só querem saber de ficar voando entre uma nuvem e outra.

Mas tu tem um gerente de cargas que vai trabalhar junto com você que é o mais maravilhoso de todos. Você com certeza conhece ele muito bem, É tiozão, Sâo Cristóvão, Ele mesmo. Imagina que delícia estar junto deles. Você merece amado. Por tudo que nos ensinou com tua maneira linda de viver.

Vou me depedir... por esse momento tá, sei que você precisa descansar. Mas saiba que eternamente estará sempre em nossos corações.

TE AMOOOOOOOOOOOOOOOOOOO, mais que ontem, menos que amanhã.

Tchauuu !!!!!
Tudo di bãooooooooooooooooo.....

Boas viagensssssss.

O retorno II

Incrível o tempo. Os dias, meses, anos, passam voando. Bom ou ruim, depende do ponto de vista. É igual aniversário. Comemoramos mais um ano ou menos um. Enfim, questões intrigantes que nos fazem refletir.

Mas o que desejo mesmo referir-me é que se passou mais de ano sem um post. Acontece meus amigos que antes mesmo que eu terminasse de pagar o notebook, a carreta foi arrombada em 40 minutos que parei num posto chegando a Curitiba-PR para almoçar. Coisas da vida. Fiquei bastante chateado, óbvio, mas resolvi dar um tempo e aguardei um melhor momento para comprar outro equipamento. Só que realmente, poderia ter entre uma lan house e outra continuado a dar uns pitacos por aqui.

Não o fiz, por uma série de desculpas que poderia aqui relatar. Mas, vamos lá, tudo passou. Agora, já refeito de todos os empecilhos, cá estou eu novamente para continuar trilhando este mundo cibernético que nos deixou totalmente entregues. Não sei como consegui ficar todo esse tempo sem estar conectado com vocês. Realmente a atualidade não nos permite mais ficar OFF. Ainda mais no meu caso, que entre um carregamento e outro posso rever amigos, conversar, enfim, tudo mais que essa maravilhosa tecnologia nos permite.

Então meus amigos, a partir de hoje estou pronto a começar uma nova etapa por aqui, cheio de planos, dar uma renovada em tudo, mas conforme irão surgindo eu vou aqui relatando a todos.

Agradeço por ter voltado aqui para me encontrar e fique inteiramente a vontade, comente, xingue, grite, dê um sinal de fumaça, qualquer coisa....

Enquanto isso sigo entre Rutas & Destinos...............

quarta-feira, 23 de março de 2011

Esperar !!

Esperar... Como pode uma palavra tão simples dizer tantas coisas ao mesmo tempo. Inúmeros significados. Várias maneiras de interpretá-las.

Aguardar com esperança algo que vai acontecer. Acreditar, confiar, desejar, enfim, tantos significados em uma só palavra. Sempre ao nosso lado, em todos os momentos.

Não quero levar nada para o lado pessoal, mas que instintivamente o texto me remete aos meus pensamentos, meus desejos, e o "esperar", sempre junto, fazendo parte do meu dia-a-dia.

As vezes faço uma busca pelos pensamentos soltos que tenho. A cada dia, mês e ano que passa, tenho sido encorajado pela vida. Tantas situações vividas. Amadurecimento como pessoa, sim. Mas um eterno sonhador.

E sonhos, vão se tornando realidade, com a incrível paciência de esperar.

Esperar pelas oportunidades certas para crescer, como pessoa e como profissional.

Esperar pelos dias futuros, que possam me trazer, pela recompensa do meu esforço, as realizações dos objetivos que tenho.

Esperar tão e somente pela pessoa que compartilhará meus ideais, meus sonhos, minha vida, meu dia-a-dia.

Enquanto necessito esperar, para que tudo chegue em seu tempo exato, com o merecimento divino, vou vivendo, vou trilhando um caminho que é tão importante quanto qualquer outro, pois ele é meu.

Um caminho que como tantos outros, é idealizado dentro de cada um, com seus obejtivos, seus sonhos, seus ideais, suas certezas e dúvidas.

E por isso "espero".

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

É a vida !

Hoje, pelo normal estaria viajando rumo a Montevideu/Uruguai, mas devidos a uns probleminhas básicos de aduana, acabei por ficar o dia inteiro aqui no Chuy/Uru, aguardando a liberação para seguir o destino.

Ocorre que recebo diversos e-mails todos os dias. Alguns sem graça, uns bons e outros que deveria ser classificado como verdadeiras pérolas. Não pude deixar de compartilhar com vocês, pois realmente é muito prazeroso ler estas indicações, vindos de uma mulher com suas 90 primaveras completas.

Este e-mail foi-me enviado no dia 06 de outubro de 2010, pela minha amiga Tais Cambaca, muito obrigadooooo, menina.

Segue o texto:

"Para celebrar o envelhecer, uma vez eu escrevi 45 lições que a vida me ensinou. É a coluna mais requisitada que eu já escrevi. Meu taxímetro chegou aos 90 em agosto, então, aqui está a coluna, mais uma vez:

1. A vida não é justa, mas ainda é boa.


2. Quando estiver em dúvida, apenas dê o próximo pequeno passo.

3. A vida é muito curta para perdermos tempo odiando alguém.

4. Seu trabalho não vai cuidar de você quando você adoecer. Seus amigos e seus pais vão. Mantenha contato.

5. Pague suas faturas de cartão de crédito todo mês.6. Você não tem que vencer todo argumento. Concorde para discordar.

7. Chore com alguém. É mais curador do que chorar sozinho.

8. Está tudo bem em ficar bravo com Deus. Ele agüenta.

9. Poupe para a aposentadoria, começando com seu primeiro salário.

10. Quando se trata de chocolate, resistência é em vão.

11. Sele a paz com seu passado, para que ele não estrague seu presente.
12. Está tudo bem em seus filhos te verem chorar.

13. Não compare sua vida com a dos outros. Você não tem idéia do que se trata a jornada deles.

14. Se um relacionamento tem que ser um segredo, você não deveria estar nele.

15. Tudo pode mudar num piscar de olhos; mas não se preocupe, Deus nunca pisca.

16. Respire bem fundo. Isso acalma a mente.

17. Se desfaça de tudo que não é útil, bonito e prazeroso.

18. O que não te mata, realmente te torna mais forte.

19. Nunca é tarde demais para se ter uma infância feliz. Mas a segunda só depende de você e mais ninguém.

20. Quando se trata de ir atrás do que você ama na vida, não aceite "não" como resposta.

21. Acenda velas, coloque os lençóis bonitos, use a lingerie elegante. Não guarde para uma ocasião especial. Hoje é especial.

22. Se prepare bastante; depois, se deixe levar pela maré...

23. Seja excêntrico agora, não espere ficar velho para usar roxo.

24. O órgão sexual mais importante é o cérebro.

25. Ninguém é responsável pela sua felicidade, além de você.

26. Encare cada "chamado" desastre com essas palavras: Em cinco anos, vai importar?

27. Sempre escolha a vida.

28. Perdoe tudo de todos.

29. O que outras pessoas pensam de você não é da sua conta.

30. O tempo cura quase tudo. Dê tempo.

31. Indepedentemente de a situação ser boa ou ruim, irá mudar.

32. Não se leve tão a sério. Ninguém mais leva...

33. Acredite em milagres.

34. Deus te ama por causa de quem Ele é, não pelo que vc fez ou deixou de fazer.

35. Não faça auditoria de sua vida. Apareça e faça o melhor dela agora.

36. Envelhecer é melhor do que morrer jovem.

37. Seus filhos só têm uma infância.

38. Tudo o que realmente importa, no final, é que você amou.

39. Vá para a rua todo dia. Milagres estão esperando em todos os lugares.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
40. Se todos jogássemos nossos problemas em uma pilha e víssemos os de todo mundo, pegaríamos os nossos de volta.

41. Inveja é perda de tempo. Você já tem tudo o que precisa.

42. O melhor está por vir.

43. Não importa como vc se sinta, levante, se vista e apareça.

44. Produza.

45. A vida não vem embrulhada em um laço, mas ainda é um presente "

 
 
ESCRITO POR REGINA BRETT, 90 ANOS, CLEAVELAND, OHIO.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

O Começo !

Após o tal aniversário dos 3.8 em 2010, pensamentos me atormentavam para um novo rumo. Estranhos sentimentos que me deixavam cheio de dúvidas, afinal largar o certo pelo duvidoso é muito arriscado.

Enfim, veio as atitudes e tomei o rumo para as mudanças. Em março de 2010 começei a colocar os planos em ação. Então o duvidoso passou a ser o novo rumo da minha vida. Dificuldades, muitas. Começei a ficar com muito medo, faltava a tal experiência. Poxa, se ninguém me desse a chance de provar que tinha condições para exercer a profissão, como iria ter a tal experiência. Todos deveriam ter a chance de começar.

Foi então que fazendo cursos de especialização para o ramo, dentro do Sest/Senat, me apresentaram (leia-se instrutor Cláudio) a Fabet - Concórdia / SC. Um Centro de Treinamento patrocinado por inúmeras empresas do ramo, dentre elas a Scania.

Após informações de grande valia, me increvi para a Turma 115 - 2010. Malas prontas rumo a Concórdia/SC. Saio no domingo pela manhã de moto rumo ao desconhecido, ao novo. Aquele frio na barriga e os pensamentos que agora já eram de não ter como voltar atrás. Apostei todas as fichas que tinha neste novo rumo. Arriscado, sim. Muito arriscado. Mas na vida as vezes precisamos ter a coragem suficiente para enfrentar novos desafios. 

O treinamento é excelente. Pessoas maravilhosas tive o prazer de conviver durante quase 40 dias. Gláucia (Instrutora), Sílvia (Instrutora), Scheila (Secretaria), Tânia (Psicóloga), seu Teles (Instrutor - Bitrem), todos os professores da parte didática, enfim, todos que estiveram envolvidos com a turma 115, deixaram saudades e a certeza de que são especiais para mim. Fazem parte deste recomeço de vida. Desta nova jornada. Muutooooo Obrigadoooooo a todos vocês.

28 pessoas convivendo 24 hs por dia, 07 dias por semana. Parceria total. Foram dias especiais. Um Big Brother. Pena que não tinha Elasss....rsrsrsrs... Mas é um treinamento e não diversão.

Todos ali em busca do mesmo objetivo. Uma oportunidade de estar empregado nas melhores empresas do ramo transporte. O dia começava cedinho. Mês junho, um frio daqueles de renguiar cusco como se diz no RS. 07:30 já estavamos em sala de aula. As atividades iam até as 22:30, todos os dias. Puxado. Mas valeu a pena cada minuto lá dentro. Alojamento, refeitório, salas de aula, borracharia, mecânica, pista de treinamento, sala de informática, biblioteca, todos os recursos disponíveis para que tivéssemos desempenho tranquilo e aprimorado.

Nossa turma foi um diferencial dentro do ano de 2010, conforme comentários de instrutores, professores e direção. Um convívio maravilhoso, onde deixou saudades. Pessoas especais que aqui não vou citá-los, pois se chegar a faltar um, vai ter reclamação. E das grandes, mantemos contato até hoje.

Enfim, esta etapa se finda. Então começa uma nova etapa. As indicações para as empresas de acordo com a classificação obtida no curso. Graças a Deus, obtive uma ótima classificação e tive a oportunidade de estar entre os primeiros. Valeu o esforço. Fui recompensado a altura.

Preciso aqui também deixar registrado a todos que na Fabet, ninguém aprende a dirigir. Isso é dom. Depende de cada um de nós, sabermos tirar proveito do curso. A maior parte dos colegas de profissão, adoram e exaltam com nariz empinado e cheio de orgulho que não precisaram fazer Fabet para estarem trabalhando. Os tempos mudaram amigos. Foi-se o tempo de subir num Jacaré e sofrer na profissão. Estamos em 2011. Cursos e especializações são de grande valia para qualquer profissão, inclusive a nossa. Vamos parar com essa mania de achar que não é preciso estar informado e conectado ao mundo que vivemos atualmente. Todos, sem exceção, precisam se atualizar. E essa atualização vem de dentro de salas de aula. Cursos especiais como esse que fiz. NInguém é melhor do que ninguém. Na Fabet ninguém aprendeu a dirigir, somente obtivemos a especialização para que as portas se abrissem. As oportunidades surgiram após o curso. E hoje estou empregado numa das melhores empresas do ramo de transporte do país. Graças a minha competência, o meu dom de dirigir e o Centro de Treinamento Fabet. Sinto muito se isso faz a diferença. Mas eu cheguei lá.

Após sete meses na estrada, pude ter a certeza e a convicção que estou no caminho certo. Amo a profissão. Estrada, tem suas dificuldades e não são poucas. Mas a paixão por dirigir este transatlântico de 45 toneladas faz com que as dificuldades encontradas pelo caminho tornen-se totalmente superáveis.

Trabalho especificamente no Mercosul. Brasil, Argentina, Uruguai e Chile. Paises com suas culturas, seus costumes, enfim, seu cotidiano. Perigoso, sim. Mas risco corremos todos os dias em qualquer situação. Inúmeros são os brasileiros que se aventuram em diversas empreas pelas rutas dos hermanos. Impressionante ver a quantidade de produtos exportados pelo Brasil.

Ainda estou engatinhando na profissão. Tenho muito o que aprender. Na verdade, como dito pelos mais experientes, sempre, todos os dias aprendemos um pouco. Nas conversas pela estrada. No dia a dia. Receita para a realização e sucesso profissional: Humildade. A parceria entre os colegas é grande. Sempre tem um disposto a ajudar e te ensinar. Mas seja sempre humilde. Nunca se ache melhor que outros. Além de ser ridículo, com certeza é o caminho mais curto para o fim da profissão.

E finalizando, para começar esta nova jornada aqui pelo blog, tinha que descrever alguns pontos essenciais, como ontem, requeria os agradecimentos, hoje, tinha que espeficar melhor a situação que vivo. Agora sim, podemos começar uma nova etapa por aqui, com as novidades, situações e interesses gerais deste que aqui escreve.

Um grande abraço a todos aqui mencionados.

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Enfim, o retorno !

Em primeiro lugar, gostaria de agradecer a tua visita. Muito obrigado por novamente seguir meu espaço. Conforme o último post do Gaucho´s, blog que importei para este, tinha escrito a voces que mudanças estavam acontecendo. Era 14 de março de 2010.

Quase um ano se passou e as mudanças ocorreram. Muitas novidades. Uma realização pessoal. Uma tranquilidade e segurança nunca antes vivida. Hoje posso contar a vocês que graças a Deus, estou muito bem empregado, trabalhando numa das melhores empresas de Santa Catarina, no ramo de transportes. Sou motorista de carreta, percorrendo o Mercosul (Brasil, Argentina, Chile e Uruguai e para este ano comenta-se contratos fechados com a Venezuela).

O primeiro post do novo blog, requer agradecimentos. Pessoas especiais que estão sempre ao meu lado torcendo e me dando condições para que pudesse realizar este sonho.

Minha mãe, adorada, amada. Muitooooooo obrigadoooooo pela força, pelo apoio e pelo incentivo que me deste para seguir o meu rumo. Sei que a distância e a ausência física é difícil, mas o coração e os pensamentos positivos nos deixam mais juntos que nunca. Te Amooooo, ontem, hoje e sempre.

Paulo e Marisa, meus irmãos, meus primos amados. Sem palavras para descrever o quanto são importantes em minha vida. Sem vocês com certeza ficaria muito difícil para realizar este trabalho. E aqui deixo registrado que o empurrão final mesmo foi teu Marisa. Lembro como se fosse hoje ao comentar sobre os novos planos e você com indescritível empolgação me deu força e apoio integral para que fosse em frente. E quanto ao amor, carinho e presença junto a minha mãe que me dão a tranquilidade necessária para que possa realizar este trabalho de forma leve. Amo vocêsssssssss.

Everton, meu mano véio. Também sempre ao nosso lado. Sempre disponível para as horas boas e ruins. Na alegria, conhecemos a quantidade de amigos que temos. Na desgraça conhecemos a qualidade. Você e sua mãe, amada Clarice, muito obrigado também pelo apoio, amor e carinho de vocês conosco. Sempre presentes nas horas boas e ruins, demonstrando o quanto especiais são em nossas vidas.

Tio Boco (JB, rsrsrs), Tia Landa, sempre especiais e amados. Muito obrigado pelas dicas, pelo apoio que me deram ao me deixarem mais tranquilos no início das atividades. Sabendo que tinha para onde ir e onde trabalhar se caso não obtivesse exito por aqui.

Tio Mi e Tia Gigi. O amor e carinho deles conosco é demais da conta sô. Tantos e tantos anos que juro que não conto a ninguém, fica só entre nós. Mas eu agora com 3.9, dizer que era criança ainda quando eles entraram em nossas vidas. Que amizade, linda mesmo. Obrigadooooooooooooo.

Enfim, após 07 meses já de trabalho e um mínimo de experiência necessária para a realização da profissão, registro aqui para todos a paixão que estou tendo pelo meu trabalho. Como qualquer profissão tem horas ruins é claro. Mas as horas boas, são tantas, que superam e fazem com que a gente supere desafios, obstáculos, como a solidão, a ausência de pessoas importantes.

A partir de hoje começo a postar a vocês as novidades. As aventuras. O meu dia a dia. Fatos inusitados, situações vividas, enfim, um pouco de tudo com ótimas intenções.

Rutas & Destinos

Percorrendo Rutas
Seguindo Destinos

domingo, 14 de março de 2010

""" Tente outra vez """


15/Fevereiro/1972.

Hora 17:15; Terça-Feira; Feriado de Carnaval.
Há 38 anos atrás.
Nascia um menino. Seria o primeiro e único filho. Após estes quase 14.000 dias de vida (atualizados na data de hoje) , entre erros e acertos, entre alegrias e vitórias, tristezas e derrotas, aqui estou eu.
Sobrevivi.
Prometo aqui não recorrer ao passado, pois quem me conhece, sabe dos erros que cometi e já passei muito tempo me julgando e sobretudo culpando por atos cometidos onde perdi amizades, dinheiro, bens e um casamento. Apertei a tecla delete para não falar naquela outra famosa.... Chega. O mundo não parou para eu descer. Eu pedi. Mas não teve jeito.
Nestes dias pós 38 anos que se passaram, tornou-se interessante, para não dizer estranho, ou até mesmo, cansáveis pensamentos. Começei a rever tudo da minha vida.
Na vida, nas atitudes, nas pessoas que por um motivo ou outro me deram o prazer e o desprazer de conviver. E quantas decepções. Agradeço a todos, pois todos, sem exceção, contribuiram para fortaceler, crescer e amadurecer e entender cada vez mais o ser humano. Mas confesso que falta muito ainda. Mas quem sabe quando Deus me permitir a chegar na terceira idade, com uma maravilhosa companheira, netos, etc, possa pelo menos ter a sabedoria de entender um pouco mais o comportamento humano.
Segundo a astrologia o ano novo se inicia sempre na data do nosso nascimento. E dia 15 para mim foi minha virada de ano. Foi-se 2009 e taí o 2010. Meu 2009 foi bastante complicado, alguns obstáculos surgiram e não foi fácil superá-los, não via a hora dele acabar.
Agora que se iniciou o tal 2010, estou tentando compreender melhor os fatos. Será que foram tantas transformações assim em um ano a mais que se passou? Será que sou tão diferente assim da maioria?
Mas o fato é que estou ficando mais velho e isso talvez assuste. Sempre ouvi comentários sobre a tal crise dos 40. Acho que a minha se antecipou. Quero viver intensamente. Entender sobre tantas e tantas situações que a vida em si proporciona. Entender definitivamente o porque de eu estar aqui ainda. Qual o verdadeiro motivo que tenho para seguir. Aonde quero chegar.
Talvez o real significado de viver quer dizer bem mais do que eu precisamente estou realizando por aqui e este fato incomoda, assusta.
Já passados quase trinta dias dos meus novos 3.8 tomei uma decisão importante que refletirá sobre o futuro da minha família. Novidades na área. Quando as coisas estiverem mais propriamente ditas, certas e firmadas, contarei com certeza para vocês.
Mas o interessante é respirar o ar de novidade. Aquele friozinho na barriga que dá na gente quando as coisas que estão por vir nos tráz sensações de um futuro maravilhoso.
Empolgação incrível que sempre tive quando estes planos me vinham aos pensamentos. Dias vindouros de muito trabalho e muitas realizações.
Mas esta fase agora é de preparação e planos e com a certeza das pessoas que estão apostando em mim não irão se decepcionar. É a chance que tenho de mudar de vida, mudar um futuro que não era tão promissor. Dar aquela que me amou infinatamente e sempre me apoiou um futuro digno e feliz. É Dna. Carmen, esses dias estão por chegar. E você vai ter motivos de sobra para acreditar na tranquilidade, na felicidade, ela com certeza chegará.
TE AMOOOOOOOOOOOOOOO MÃE.

segunda-feira, 1 de março de 2010

Quase !

Ainda pior que a convicção do não é a incerteza do talvez, é a desilusão de um quase.

É o quase que me incomoda, que me entristece, que me mata trazendo tudo que poderia ter sido e não foi.
Quem quase ganhou ainda joga, quem quase passou ainda estuda, quem quase morreu está vivo, quem quase amou não amou.
Basta pensar nas oportunidades que escaparam pelos dedos, nas chances que se perdem por medo, nas idéias que nunca sairão do papel por essa maldita mania de viver no outono.
Pergunto-me, às vezes, o que nos leva a escolher uma vida morna; ou melhor não me pergunto, contesto.
A resposta eu sei de cor, está estampada na distância e frieza dos sorrisos, na frouxidão dos abraços, na indiferença dos "Bom dia", quase que sussurrados.
A paixão queima, o amor enlouquece, o desejo trai.
Talvez esses fossem bons motivos para decidir entre a alegria e a dor, sentir o nada, mas não são.
Se a virtude estivesse mesmo no meio termo, o mar não teria ondas, os dias seriam nublados e o arco-íris em tons de cinza.
O nada não ilumina, não inspira, não aflige nem acalma, apenas amplia o vazio que cada um traz dentro de si.
Não é que fé mova montanhas, nem que todas as estrelas estejam ao alcance, para as coisas que não podem ser mudadas resta-nos somente paciência porém, preferir a derrota prévia à dúvida da vitória é desperdiçar a oportunidade de merecer.
Pros erros há perdão; pros fracassos, chance; pros amores impossíveis, tempo.
De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma.
Um romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance.
Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar.
Desconfie do destino e acredite em você.
Gaste mais horas realizando que sonhando;
Fazendo que planejando;
Vivendo que esperando;
Porque;
Embora quem quase morre esteja vivo;
Quem quase vive já morreu.
Sarah Westphal Batista da Silva

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

** É VERO **

Música do Titãs, que SEMPRE será atual. Como é bom poder escutá-la e saber que ELES também, rindo a nossas custas, mas já escutaram alguma vez.

Estão nas mangas dos Senhores Ministros

Nas capas dos Senhores Magistrados

Nas golas dos Senhores Deputados

Nos fundilhos dos Senhores Vereadores
Nas perucas dos Senhores Senadores
Senhores! Senhores! Senhores! Minha Senhora! Senhores! Senhores!
Filha da Puta! Bandido! Corrupto! Ladrão!
Sorrindo para a câmera
Sem saber que estamos vendo
Chorando que dá pena
Quando sabem que estão em cena
Sorrindo para as câmeras
Sem saber que são filmados
""" UM DIA O SOL AINDA VAI NASCER QUADRADO """
Isso não prova nada! Sob pressão da opinião pública, é que não haveremos de tomar nenhuma decisão! Vamos esperar que tudo caia no esquecimento, aí então...
Faça-se a justiça!
Vamos arrumar vossas acomodações, Excelência.
FILHA DA PUTA! BANDIDO! CORRUPTO! LADRÃO!

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Doces Sonhos (São Feitos Disso)

Me desculpem, mas gosto é gosto, dizia uma velhinha comendo tatu.... é....rsrs... esse mesmo do nariz....rsrsrs.... E posso contar a vocês que o meu estilo musical é realmente requintado. Perdoem-me os novatos no ramo da música, mas as boas, as ótimas, as maravilhosas, são as antigas. Tenho alguns gigasssssssssss no meu pc e amo cada uma delas.

Passo todos os dias escutando-as. Baixando mais novidades "antigas", regravações, enfim, acredito que somos priviligeados nos anos 70, 80 e até 90. Pérolas nacionais, internacionais que jamais serão esquecidas. Não consigo entender até mesmo pelo arquivo mundial existente que bandas, grupos, enfim, os músicos atuais não conseguem realmente compor novas "pérolas". O tal funk, pagode, etc, que me perdoem, mas são uns lixos. E agora por cima ainda temos os "emos"... puts....... insuportáveis novidades para os ouvidos dos nossos jovens. E o pior é que eles gostam.
Fazer o quê? Quem tem entre 30 e 50 anos, teve o privilégio de crescer ouvindo música de verdade. Mas, enfim, deixando de lado minha modesta opinião, sei que muitos talvez não concordarão, mas deixo os comentários para que democraticamente me descordem. Não posso classificar essa como uma pérola, com certeza teria uma infinidade de outras milhares bem melhores, mas que tem um ritmo empolgante, sem dúvidas. E a letra então, nos remete a refletir sobre situações importantes e sempre atuais.
Segue a tradução das partes mais importantes e o vídeo para relembrarem.

Doces sonhos são feitos disso, Quem sou eu para discordar?

Eu viajo o mundo e os sete mares,

Todo mundo está procurando alguma coisa...

Alguns deles querem te usar,

Alguns deles querem ser usados por você.

Alguns deles querem abusar de você,

Alguns deles querem ser abusados...

Mantenha sua cabeça erguida,

Conserve sua cabeça erguida (seguindo em frente)

Mantenha sua cabeça erguida (seguindo em frente)



domingo, 21 de fevereiro de 2010

O Sal


O velho Mestre pediu a um jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal em um copo d'água e bebesse.

-Qual é o gosto? - perguntou o Mestre.

-Ruim. - disse o aprendiz.

O Mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse outra mão cheia de sal e levasse a um lago.

Os dois caminharam em silêncio e o jovem jogou o sal no lago.

Então o velho disse:

-Beba um pouco dessa água. - Enquanto a água escorria do queixo do jovem o Mestre perguntou:

-Qual é o gosto?

-Bom! - disse o rapaz.

-Você sente o gosto do sal? - perguntou o Mestre.

-Não. - disse o jovem.

O Mestre, então, sentou ao lado do jovem, pegou em suas mãos e disse:

-A dor na vida de uma pessoa não muda. Mas o sabor da dor depende de onde a colocamos. Quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido de tudo o que está a sua volta. É dar mais valor ao que você tem do que ao que você perdeu.

Em outras palavras:

"É deixar de ser copo para tornar-se um lago".

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

"" BRIGA DE CASAL ""

Minha esposa sentou-se no sofá junto a mim enquanto eu passava pelos canais. Ela perguntou: - O que tem na TV? Eu disse:- Poeira.

Aí a briga começou…

Minha esposa estava dando dicas sobre o que ela queria para seu aniversário que estava próximo. Ela disse: - Quero algo que vá de 0 a 100 em cerca de 3 segundos. Eu comprei uma balança para ela.

Aí a briga começou…

Quando cheguei em casa ontem a noite, minha esposa exigiu que a levasse a algum lugar caro. Então eu a levei ao posto de gasolina.

Aí a briga começou…
Minha esposa e eu estávamos sentados numa mesa na minha reunião de colegial, e eu fiquei olhando para uma moça bêbada que balançava seu drinque enquanto estava sozinha numa mesa próxima. Minha esposa perguntou: - Você a conhece?- Sim, disse eu, Ela é minha antiga namorada… Eu sei que ela começou a beber logo depois que nos separamos há tantos anos, e pelo que sei ela nunca mais ficou sóbria.- Meu Deus!, disse minha esposa, quem pensaria que uma pessoa poderia ficar celebrando por tanto tempo?

Aí a briga começou…

Depois de aposentar-me, fui até o INSS para poder receber meu benefício. A mulher que me atendeu solicitou minha identidade para verificar minha idade.Chequei meus bolsos e percebi que a tinha deixado em casa. Disse a mulher que lamentava, mas teria que ir até minha casa e voltar depois. A mulher disse: - Desabotoe sua camisa. Então, desabotoei minha camisa deixando exposto meus cabelos crespos prateados. Ela disse: - Este cabelo prateado no seu peito é prova suficiente para mim e processou meu benefício. Quando cheguei em casa, contei entusiasmado o que ocorrera para minha esposa. Ela disse: - Por que você não abaixou as calças? Você poderia ter conseguido auxilio-invalidez também…

Aí a briga começou…

A mulher esta nua, olhando no espelho do quarto de dormir. Ela não está feliz com o que vê e diz para o marido: - Sinto-me horrível; pareço velha, gorda e feia. Eu realmente preciso de um elogio seu. O marido retruca: - Sua visão está perfeitíssima!

Aí a briga começou…

Eu levei minha esposa ao restaurante. O garçom, por algum motivo, anotou meu pedido primeiro. - Eu vou querer churrasco, mal-passado, por favor. Ele disse: - Você não está preocupado com a vaca louca.- Não, ela mesma pode fazer seu pedido.

Aí a briga começou…

O marido volta do médico após uma consulta e a esposa toda preocupada, pergunta-lhe:- E então, o que o médico lhe disse? De pronto, ele respondeu: - A partir de hoje, não faremos mais amor, estou proibido de comer qualquer coisa gorda.

Aí a briga começou…

** Chimarrão **

Os dez mandamentos do chimarrão:
Apesar de simples e informal, a roda de chimarrão tem suas regras. Verdadeiros mandamentos, que devem ser respeitados por todos. Se você é iniciante ou está redescobrindo o costume, observe esses pontos relacionados com boa dose de humor:
1 - NÃO PEÇAS AÇÚCAR NO MATE

O gaúcho aprende desde piazito o porquê o chimarrão se chama também mate amargo ou, mais intimamente, amargo apenas. Mas se tu és de outros pagos, mesmo sabendo, poderá achar que é amargo demais e cometer o maior sacrilégio que alguém pode imaginar nesse pedaço do Brasil: pedir açúcar. Pode-se por água, ervas exóticas, cana, frutas, cocaína, feldspato, dollar, etc… mas jamais açúcar. O gaúcho pode ter todos os defeitos do mundo, mas não merece ouvir um pedido desses. Portanto, tchê, se o chimarrão te parece amargo demais, não hesites, pede uma coca-cola com canudinho. Tu vais te sentir bem melhor.
2 - NÃO DIGAS QUE O CHIMARRÃO É ANTI-HIGIÊNICO

Tu podes achar que é anti-higiênico por a boca onde todo mundo põe. Claro que é. Só que tu não tens o direito de proferir tamanha blasfêmia em se tratando de chimarrão. Repito: pede uma coca-cola de canudinho. O canudo é puro como a água de sanga (pode haver coliformes fecais e estafilococos dentro da garrafa, não nele).
3 - NÃO DIGAS QUE O MATE ESTÁ QUENTE DEMAIS

Se todos estão chimarreando sem reclamar da temperatura da água, é porque ela é perfeitamente suportável por pessoas normais. Se tu não és uma pessoa normal, assume tuas frescuras (caso desejes te curar, recomendamos uma visita ao analista de Bagé). Se, porém, te julgas perfeitamente igual aos demais, faze o seguinte: vai para o Paraguai. Tu vai adorar o chimarrão de lá.
4 - NÃO DEIXES UM MATE PELA METADE

Apesar da grande semelhança que existe entre o chimarrão e o cachimbo da paz, há diferenças fundamentais. Como o cachimbo da paz, cada um dá uma tragada e passa-o adiante, já o chimarrão não. Tu deves tomar toda a água servida até ouvir o ronco da cuia vazia. A propósito, leia logo o mandamento abaixo.
5 - NÃO TE ENVERGONHES DO "RONCO" NO FIM DO MATE

Se, ao acabar o mate, sem querer fizer a bomba "roncar", não te envergonhes. Está tudo bem, ninguém vai te julgar mal-educado. Esse negócio de chupar sem fazer barulho vale para a coca-cola com canudinho que tu podes até tomar com o dedinho levantado (fazendo pose de assumida).
6 - NÃO MEXAS NA BOMBA

A bomba de chimarrão pode muito bem entupir, seja por culpa dela mesma, da erva ou de quem preparou o mate. Se isso acontecer, tens todo o direito de reclamar. Mas por favor, não mexas na bomba. Fale com quem te passou o mate ou com quem lhe passou a cuia. Mas não mexas na bomba, não mexas na bomba e, sobretudo, não mexas na bomba.
7 - NÃO ALTERE A ORDEM EM QUE O MATE É SERVIDO

Roda de chimarrão funciona como cavalo de leiteiro. A cuia passa de mão em mão, sempre na mesma ordem. Para entrar na roda, qualquer hora serve, mas depois de entrar, espera sempre a tua vez e não queiras favorecer ninguém, mesmo que seja a mais prendada prenda do estado.
8 - NÃO CONDENES O DONO DA CASA POR TOMAR O PRIMEIRO MATE

Se tu julgas o dono da casa um grosso por preparar o chimarrão e tomar ele próprio o primeiro mate, saibas que o grosso és tu. O pior mate é o primeiro, e quem toma está te prestando um favor.

9 - NÃO DURMAS COM A CUIA NA MÃO

Tomar mate solito é um excelente meio de meditar sobre as coisas da vida. Tu mateias sem pressa, matutando… E às vezes te surpreendes até imaginando que a cuia não é cuia, mas o quente seio moreno daquela chinoca faceira que apareceu no baile do Gaudêncio… Agora, tomar chimarrão numa roda é muito diferente. Aí o fundamental não é meditar, mas sim integrar-se à roda. Numa roda de chimarrão, tu falas, discutes, ris, xingas, enfim, tu participas de uma comunidade em confraternização. Só que essa tua participação não pode ser levada ao extremo de te fazer esquecer a cuia que está na tua mão. Fala quanto quiseres mas não esqueças de tomar o teu mate que a moçada tá esperando.
10 - NÃO DIGAS QUE O CHIMARRÃO DÁ CÂNCER NA GARGANTA

Pode até dar. Mas não vai ser tu, que pela primeira vez pega na cuia, que irás dizer, com ar de entendido, que o chimarrão é cancerígeno. Se aceitaste o mate que te ofereceram, toma e esqueces o câncer. Se não der para esquecer, faz o seguinte: pede uma coca-cola com canudinho que ela… etc… etc…


(Pércio de Moraes Branco - Texto Almanaque Tchê)

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

*** O Haiti é aqui ***

Talvez o que eu escreva aqui hoje não seja bem compreendido por todos. Mas é fato, é real. Após a catástrofe que atingiu o Haiti, como todos nós já estamos bem informados, o mundo inteiro se comoveu diante de cenas tão desoladoras. Vários paises estão enganjados na recuperação de seus habitantes. Ações humanitárias essenciais para os que sofrem com tanta falta diária e mais ainda agora com tal situação. O que me ocorreu nestes dias e comentei com amigos é sobre a atitude tomada pelo nosso Presidente Molusco. Vamos aos números:

- Medida provisória assinada pelo Sr. Molusco, destinando a verba ao povo caribenho no montante de R$ 35 milhões de reais.
- 1.200 militares envolvidos atualmente no Haiti, sendo que a possibilidade desse número ser dobrado é praticamente certa.
- Navio da Marinha Brasileira partirá até os caribenhos para transportar gêneros de necessidade.
- Aviões que partem e partiram com ajuda de gêneros alimentícios, roupas e pessoas habilitadas como voluntários na área médica.
Enfim, todo o tipo de ajuda necessária para que se reverta um pouco do sofrimento do povo caribenho.
O que me ocorre é que como nossos Caetano Veloso e Gilberto Gil cantam ".... o Haiti é aqui...". No momentos tantas e tantas perguntas ficam sem respostas, ou pior, possuem respostas e estas estão nas contas bancárias, nas carteiras, cuecas, pastas pretas, empreiteiras, negociações sujas e o escambau.
Brasileiros possuidores de tantos sofrimentos. Sem ajuda. Vamos descrever alguns pontos:

-Saúde: Postos de saúde e hospitais públicos sem condições de atendimento.
-Habitação: Milhões de favelados sem condições mínimas de higiene.
-Segurança: Nossos policiais morrendo nas mãos de bandidos e os que conseguem sobreviver são infinatamente mal remunerados.
-Alimentação: Milhões de pessoas que não tem o que comer.

Acredito fielmente que adminstrar um país é como administrar uma família, uma empresa, enfim. Obviamente que seguindo suas proporções.
Somos brasileiros. Nascemos e vivemos aqui na nossa terra idolatrada, salve, salve. E porque nossa pátria amada não socorre seus filhos que não fogem a luta. Será que realmente estes milhões de reais vão chegar intactos e realmente serem destinados ao que foram entregues.
Acredito na humanidade, solidariedade, enfim, todo e qualquer tipo de ação que nos deixam ainda viva a esperança de um povo mais justo e humano. Quem sabe um dia ainda poderemos viver num mundo mais justo e sincero. Agora dizer que não existem brasileiros necessitando de ajuda. Parece que estamos vivendo num paraíso chamado Brasil.
Quantos milhões de reais já foram gastos para manter milhares de militares no país citado. Inúmeros são os militares que sonham em poder passar seis meses por lá, para poder ter uma boa recompensa em seus soldos. Agora para podermos frear um pouco o instinto desumano e cruel de traficantes em morros e favelas, realmente, isso parece não ser possível.
Agora a pouco ainda li sobre voluntários gaúchos que estão se cadastrando para o auxílio na área médica de lá. Enfermeiros, médicos, etc. Em Porto Alegre já se manifesta a preocupação, pois se atualmente já faltam profissionais e no país todo o atendimento médico é precário, imaginem uma certa proporção destes trabalhando por lá. Como ficaremos?
Concluindo; sou a favor de ajuda a quem necessita. Seria muito egoismo não ver a trágica situação de pessoas tão necessitadas. Mas impossível não dignar-se quanto a tantos problemas da nossa terrinha. E existe recursos. E como existem. Nossaaaaaaa. Agora somos um país riquíssimo, pois até dinheiro emprestamos ao FMI.
Só nos resta agora rezar pelo povo caribenho e que suas almas estejam ao lado D´Ele.

sábado, 16 de janeiro de 2010

Só de Sacanagem !!!

Após as festas de fim ano, tradicionais para todos, inciamos 2010 de forma assustadora. Ontem ainda comentava com um amigo sobre 15 dias de 2010 e tudo que já aconteceu. Ok, mas isso já está sendo bastante divulgado pelos meios e por jornalistas competentes.

Deixando as tristes notícias de lado, sempre a cada ano que se inicia, tenho por hábito, traçar metas, objetivos, dar uma geral em tudo, na vida, na casa, enfim, aquela organizada para começar o ano novo bem. Na qual ontem estava organizando as pastas de arquivos do pc, a qual encontrei várias coisas interessantes que tinha inclusive arquivado para publicar aqui e que por um motivo ou outro foram ficando de lado.
Encontrei um vídeo de um trecho do show da Ana Carolina, onde ela lê uma carta especial. Vale a pena conferir.
(Só de Sacanagem - Eliza Lucinda)





width="320" height="266" bgcolor="#FFFFFF"
flashvars="flvurl=http%3A%2F%2Fv14.nonxt4.googlevideo.com%2Fvideoplayback%3Fid%3D66158bcbfca76962%26itag%3D5%26app%3Dblogger%26ip%3D0.0.0.0%26ipbits%3D0%26expire%3D1300391594%26sparams%3Did%252Citag%252Cip%252Cipbits%252Cexpire%26signature%3D5818BBB6BB76765A588D237E3286873661F2390A.1DD9EF0D314EBA3A47BC548913C10F987F84E2D1%26key%3Dck1&iurl=http%3A%2F%2Fvideo.google.com%2FThumbnailServer2%3Fapp%3Dblogger%26contentid%3D66158bcbfca76962%26offsetms%3D5000%26itag%3Dw160%26sigh%3DZIr7O7HIuYFz4ZH8bVaT4zQTpvA&autoplay=0&ps=blogger"
allowFullScreen="true" />

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

" Velhos Ditados, Novos Tempos "

Como estamos na “Era Digital”, foi necessário rever os velhos ditados existentes e adaptá-los à nova realidade. Vejam alguns:

01. A pressa é inimiga da conexão.
02. Amigos, amigos, senhas à parte.
03. Antes só, do que em chats aborrecidos.
04. A arquivo dado não se olha o formato.
05. Diga-me que chat freqüentas e te direi quem és.
06. Para bom provedor uma senha basta.
07. Não adianta chorar sobre arquivo deletado.
08. Em briga de namorados virtuais não se mete o mouse.
09. Em terra offline, quem tem um 486 é rei.
10. Hacker que ladra, não morde.
11. Mais vale um arquivo no HD do que dois baixando.
12. Mouse sujo se limpa em casa.
13. Melhor prevenir do que formatar.
14. O barato sai caro. E lento.
15. Quando a esmola é demais, o santo desconfia que tem vírus anexado.
16. Quando um não quer, dois não teclam.
17. Quem ama um 486, Pentium 5 lhe parece.
18. Quem clica seus males multiplica.
19. Quem com vírus infecta, com vírus será infectado.
20. Quem envia o que quer, recebe o que não quer.
21. Quem não tem banda larga, caça com modem.
22. Quem nunca errou, que aperte a primeira tecla.
23. Quem semeia e-mails, colhe spams.
24. Quem tem dedo vai a Roma.com
25. Um é pouco, dois é bom, três é chat ou lista virtual.
26. Vão-se os arquivos, ficam os back-ups.
27. Diga-me que computador tens e direi quem és.
28. Há dois tipos de pessoas na informática. Os que perderam o HD e os que ainda vão perder…
29. Uma impressora disse para outra: Essa folha é sua ou é impressão minha.
30. Aluno de informática não cola, faz backup.
31. O problema do computador é o USB (Usuário Super Burro).
32. Na informática nada se perde, nada se cria. Tudo se copia… e depois se cola.
Hehehehe.... muito bom isso.........

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

"" + 365 dias ""


Fiquei pensando no que escrever para vocês. Pensei, pensei, pensei....



Eu demoro para pensar....hahahahaha. Mas falando sério......Ou melhor escrevendo.....




Está terminando mais uma etapa, mais uma jornada, mais 365 dias que se foram e vem aí um ano novinho em folha.




Época de repensar, avaliar, efetuar balanços de vida pessoal e profissional.




Época de planejamentos. Época de mudanças.




É estranho como surgem sentimentos nesta época. Um cheiro de coisa nova no ar. O tal do ANO NOVO. Mais um que se aproxima e que entramos cheio de esperanças, cansados do ano que passou. É só uma mudança de calendário, mas é um marco.




O ano que se passou não foi nada fácil para muitos que conheço. Mas também foi tão intenso e lindo para algumas pessoas especiais na minha vida. Meus primos amados:

Paulo e Mariza tem agora o Pedrinho.

A Jaque e o outro Paulo, tem a Valentina.

Bençãos que vieram para iluminar nossas vidas. Parabéns e Feliz Ano Novo, amo voces.....

Mas a realidade dos fatos diários é que é Natal, é Ano Novo. Lembro-me quando criança como era delicioso aguardar o Natal. Existia uma magia que para nós adultos ou pelo menos para mim não existe mais. Ano Novo... Que delícia.... Ainda mais que é aniversário da Dna. Carmen, minha amada e inigualável mãe, amiga, parceira de sempre em todos os momentos. Pessoas especais nascem em datas especiais.... 01/01... que data.




Entre erros e acertos esse 2009 foi difícil pra caramba. Muita luta, pouco resultado, mas entre mortos e feridos, salvaram-se todos.... Mas pelo tamanho da batalha, poxa, que pena, poderia ter tido resultados melhores.

Mas vamos em frente. Sempre seguindo o caminho que o Patrão lá de cima nos proporciona.


Desejando um Feliz Natal a todos que por aqui passam e um Ano Novo cheio de esperanças para realizações tão sonhadas. Que possamos mesmo amar mais, dividir mais, ceder mais, enfim, vivermos cada vez mais um mundo mais justo e sem hipocrisias......

Beijos e abraçossssssssssss a todosssssssss....

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

""" Sabedoria do Índio """

Uma noite, um velho índio contou ao seu neto sobre um conflito que acontece dentro de cada um de nós. Ele disse:

- Meu neto para exemplificar e fazer com que voce entenda. Dentro de cada ser humano, existem dois lobos e sempre estão a brigar.

Um é o "mau e cruel". É a raiva, inveja, ciúme, tristeza, desgosto, cobiça, arrogância, pena de si mesmo, culpa, ressentimento, inferioridade, mentiras, orgulho falso e superioridade.

O outro é "bom e dócil". É alegria, paz, esperança, serenidade, humildade, bondade, benevolência, empatia, generosidade, verdade, compaixão e fé.
O neto pensou naquilo por alguns minutos e perguntou ao seu avô:
- Qual é o lobo vencedor?
O velho índio simplesmente respondeu:
- Aquele que você mais alimentar.



quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

""" INTERESSANTE """

Quem interessa?

Quem "realmente" interessa?
Quem "nunca" interessou?

Quem "não" interessa mais?

E quem "ainda" vai interessar?

Portanto, não se preocupe com quem já fez parte do seu passado!

Há um motivo para eles não estarem no seu futuro!

""" O que você faz para viver bem? """

O que você faz para viver bem?

O que eu tenho não me pertence, embora faça parte de mim.
Tudo o que sou me foi um dia emprestado pelo Criador para que eu possa dividir com aqueles que entram na minha vida.
Ninguém cruza nosso caminho por acaso e nós não entramos na vida de alguém sem nenhuma razão.
Há muito o que dar e o que receber; há muito o que aprender, com experiências boas ou negativas. Tente ver as coisas negativas que acontecem com você como algo que aconteceu por uma razão precisa.
E não se lamente pelo ocorrido; além de não servir de nada reclamar, isso vai te vendar os olhos, dificultando assim, continuar seu caminho.
Quando não conseguimos tirar da cabeça que alguém nos feriu, estamos somente reavivando a ferida, tornando-a muitas vezes bem maior do que era no início. Nem sempre as pessoas nos ferem voluntariamente.
Muitas vezes somos nós que nos sentimos feridos e a pessoa nem mesmo percebeu; e nos sentimos decepcionados porque aquela pessoa não correspondeu às nossas expectativas. E sabemos lá quais eram as nossas expectativas? Decepcionamo-nos e decepcionamos outras pessoas também.
Mas, claro, é bem mais fácil pensar nas coisas que nos atingem. Quando alguém te disser que te magoou sem intenção, acredite nela! Vai te fazer bem. Assim, talvez, ela poderá entender quando você, sinceramente, disser que "foi sem querer".
Dê de você mesmo o quanto puder! Sabe, quando você se for, a única coisa que vai deixar é a lembrança do que fez aqui.
Seja bom, tente dar sempre o primeiro passo para a reconciliação, nunca negue uma ajuda ao seu alcance, perdoe e dê de você mesmo.
Seja uma bênção a todos que o cercam! Deus não vem em pessoa para abençoar, Ele usa os que estão aqui dispostos a cumprir essa missão.
Todos nós podemos ser Anjos. A eternidade está em nossas mãos. Viva de maneira honrada, para que quando envelhecer, você possa falar só coisas boas do passado e sentir assim, prazer uma segunda vez... e ter a certeza de que quando você se for, muito de você ainda fique naqueles que tiveram a boa ventura de te encontrar.
Chico Xavier

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Vc o quê é? A cenoura, o ovo ou o café?

Caros amigos. Não vou nem pedir escusas pela ausencia. (Desculpe pelo acento circunflexo, mas o teclado resolveu pifar e não sai...rsrs...) Afinal já fiz isso outras vezes e também não prometo que agora vou continuar a postar. Mas o desejo sincero é de manter ele atualizado. Encontrei um texto muito bonito que leva-nos a refletir sobre tantas e tantas situações vividas. Abaixo segue:

Uma filha queixou-se ao pai sobre sua vida e de como as coisas estavam muito difíceis para ela.

Ela já não sabia mais o que fazer e queria desistir, pois estava cansada de lutar e combater uma vez que parecia que assim que um problema estava resolvido, logo um outro surgia.

Seu pai, era um "chef" de cozinha. Segurando-a pela mão, levou a filha até o seu ambiente de trabalho. Na cozinha, ele encheu três panelas com água e levou-as ao fogo alto.

Numa panela ele colocou cenouras, em outra colocou ovos e, na última, despejou o pó de café, deixando que tudo fervesse, sem dizer uma palavra.

A filha deu um suspiro e esperou, impacientemente,imaginando porque ele estaria fazendo aquilo, justo naquela hora.

Cerca de vinte minutos depois ele desligou o fogo.Pegou três tigelas e numa delas colocou a cenoura, na outra os ovos e na terceira, o pó de café. Virando-se para ela, então perguntou :

- Querida, o que você está vendo?
- Cenouras, ovos e café- ela respondeu, enfastiada.

Ele puxou a filha para mais perto e pediu-lhe para experimentar as cenouras. Mesmo sem vontade, ela obedeceu. Mordeu um pedaço enotou que a cenoura estava bem macia. Ele, então, pediu-lhe que pegasse um ovo e o quebrasse, retirando a casca. Ela obedeceu verificando que o ovo endurecera com a fervura. Finalmente, ele lhe pediu que tomasse um gole do café. Ela provou e sorriu, mostrando-se agora satisfeita porque o sabor e o aroma do café eram deliciosos. Um pouco mais calma, ela perguntou:

- Pai, o que isso significa ? O que você está querendo me dizer com isso?

Ele então explicou que cada um dos produtos havia enfrentado a mesma adversidade ( água fervendo), mas que cada um reagira de maneira diferente: As cenouras que aparentavam ser fortes, firmes e inflexíveis, depois de submetidas á água fervendo, amoleceram e tornaram-se frágeis. Já os ovos que eram frágeis, tendo apenas uma casca fina protegendo o líquido interior, depois de terem sido colocados na água fervendo, tiveram seu interior mais rijo. E o pó de café? Era incomparável!!! Depois que fora colocado na água fervente, ele simplesmente havia modificado a água.

- Qual deles é você?- ele perguntou á filha.Quando a adversidade bate á sua porta, como você responde? Você é uma cenoura, um ovo ou um pó de café? - questionou o pai.

E a menina, emocionada, abraçou o pai, agradecida, por ter-se dado conta de quão frágil deixava-se estar.

E você que lê este texto, como lida com a adversidade? Como se sente ?

Como a cenoura que parece forte, mas com a dor e a adversidade murcha, se torna frágil e perde sua força?

Ou como o ovo, que antes da "fervura" tinha um interior/ coração maleável, mas depois...? Teria você um espírito maleável, que tornou-se mais difícil e mais duro depois de alguma luto emocional ( quer pela perda de alguém, por uma falência, um divórcio, uma demissão ou outra adversidade qualquer)? Sua "casca" parece a mesma, mas você estaria mais amargo e mais obstinado, com o coração e o espírito inflexíveis?

Ou será que você sente-se como o pó de café? Ele que consegue transformar a coisa que está trazendo-lhe a dor (água fervente) para atingir o máximo de seu sabor, a 100 graus centígrados.? E quanto mais quente estiver a água, mais gostoso se torna. Alguém como o pó de café, quando enfrenta adversidades, consegue torna-se melhor e ainda faz com que as coisas em torno de si também se tornem melhores.

Nos resta refletir e tentar sobretudo sempre nos permitir ser melhores como pessoa neste mundo louco em que vivemos.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Experiência !

Num processo de seleção da Volkswagen, os candidatos deveriam responder a seguinte pergunta: "Você tem experiência?" A redação abaixo foi desenvolvida por um dos candidatos. Ele foi aprovado e seu texto está fazendo sucesso, e ele com certeza será sempre lembrado por sua criatividade, sua poesia, e acima de tudo por sua alma.
REDAÇÃO VENCEDORA:
Já fiz cosquinha na minha irmã só pra ela parar de chorar, já me queimei brincando com vela. Eu já fiz bola de chiclete e melequei todo o rosto, já conversei com o espelho, e até já brinquei de ser bruxo.
Já quis ser astronauta, violonista, mágico, caçador e trapezista. Já me escondi atrás da cortina e esqueci os pés pra fora. Já passei trote por telefone. Já tomei banho de chuva e acabei me viciando. Já roubei beijo. Já confundi sentimentos. Peguei atalho errado e continuo andando pelo desconhecido. Já raspei o fundo da panela de arroz carreteiro, já me cortei fazendo a barba apressado, já chorei ouvindo música no ônibus.
Já tentei esquecer algumas pessoas, mas descobri que essas são as mais difíceis de se esquecer. Já subi escondido no telhado pra tentar pegar estrelas, já subi em árvore pra roubar fruta, já caí da escada de bunda.Já fiz juras eternas, já escrevi no muro da escola, já chorei sentado no chão do banheiro, já fugi de casa pra sempre, e voltei no outro instante. Já corri pra não deixar alguém chorando, já fiquei sozinho no meio de mil pessoas sentindo falta de uma só.
Já vi pôr-do-sol cor-de-rosa e alaranjado, já me joguei na piscina sem vontade de voltar, já bebi uísque até sentir dormentes os meus lábios, já olhei a cidade de cima e mesmo assim não encontrei meu lugar. Já senti medo do escuro, já tremi de nervoso, já quase morri de amor, mas renasci novamente pra ver o sorriso de alguém especial. Já acordei no meio da noite e fiquei com medo de levantar.
Já apostei em correr descalço na rua, já gritei de felicidade, já roubei rosas num enorme jardim. Já me apaixonei e achei que era para sempre, mas sempre era um "para sempre" pela metade.Já deitei na grama de madrugada e vi a Lua virar Sol, já chorei por ver amigos partindo, mas descobri que logo chegam novos, e a vida é mesmo um ir e vir sem razão.Foram tantas coisas feitas, momentos fotografados pelas lentes da emoção, guardados num baú, chamado coração. E agora um formulário me interroga, me encosta na parede e grita: "Qual sua experiência?".
Essa pergunta ecoa no meu cérebro: experiência... experiência. Será que ser "plantador de sorrisos" é uma boa experiência? Não! Talvez eles não saibam ainda colher sonhos! Agora gostaria de indagar uma pequena coisa para quem formulou esta pergunta:
"Experiência? Quem a tem, se a todo momento tudo se renova?"
Este texto recebi por e-mail de uma amiga, lindíssimo, verdadeiro e forte. Só peço desculpas por não poder colocar os devidos créditos do seu autor.

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Eu sei, mas não devia !!!!

Eu sei que a gente se acostuma, mas não devia. A gente se acostuma a morar em apartamento de fundos e a não ter outra vista que não as janelas ao redor. E porque não tem vista, logo se acostuma a não olhar pra fora. E porque não olha pra fora, logo se acostuma a não abrir as cortinas. E porque não abre as cortinas, logo se acostuma a acender mais cedo a luz. E porque a medida que se acostuma, esquece o sol, esquece o ar, esquece a amplidão.

A gente se acostuma a acordar de manhã, sobressaltado porque está na hora. A tomar café correndo porque está atrasado. A ler jornal no ônibus porque não pode perder o tempo da viagem. A comer sanduíches porque já é noite. A cochilar no ônibus porque está cansado. A deitar cedo e dormir pesado sem ter vivido o dia. A gente se acostuma a abrir a janela e a ler sobre a guerra. E aceitando a guerra, aceita os mortos e que haja números para os mortos. E aceitando os números, aceita não acreditar nas negociações de paz. E aceitando as negociações de paz, aceitar ler todo o dia de guerra, dos números da longa duração.
A gente se acostuma a esperar o dia inteiro e ouvir no telefone: hoje não posso ir. A sorrir para as pessoas sem receber um sorriso de volta. A ser ignorado quando precisava tanto ser visto. A gente se acostuma a pagar por tudo o que deseja e o que necessita. E a lutar para ganhar o dinheiro com que paga. E a ganhar menos do que precise. E a fazer fila para pagar. E a pagar mais do que as coisas valem. E a saber que cada vez pagará mais. E a procurar mais trabalho, para ganhar mais dinheiro, para ter com o que pagar nas filas em que se cobra.
A gente se acostuma a andar na rua e ver cartazes, a abrir as revistas e ver anúncios. A ligar a televisão e assistir comerciais. A ir ao cinema, a engolir publicidade. A ser instigado, conduzido, desnorteado, lançado na infindável catarata dos produtos. A gente se acostuma a poluição. A luz artificial de ligeiro tremor. Ao choque que os olhos levam a luz natural. As besteiras das músicas, às bacterias da água potável. A contaminação da água do mar. A luta. A lenta morte dos rios. E se acostuma a não ouvir passarinhos, a não colher frutas do pé, a não ter sequer uma planta.
A gente se acostuma a coisas demais, para não sofrer. Em doses pequenas, tentando não perceber, vai afastando uma dor aqui, um ressentimento ali, uma revolta acolá. Se o cinema está cheio, a gente senta na primeira fila e torce um pouco o pescoço. Se a praia está contaminada, a gente só molha os pés e sua no resto do corpo. Se o trabalho está duro, a gente se consola pensando no fim de semana. E se no fim de semana não há muito o que fazer, a gente vai dormir cedo e ainda satisfeito porque tem sono atrasado. A gente se acostuma para não se ralar na aspereza, para preservar a pele.
Se acostuma para evitar feridas, sangramentos, para esquivar-se da faca e da baioneta, para poupar o peito.
A gente se acostuma para poupar a vida, que aos poucos se gasta, e que, de tanto acostumar, se perde de si mesma.
(Texto: Marina Colasanti)

sábado, 1 de agosto de 2009

Pra você !!!

É amigossss... Desculpem o sumiço. Mas as vezes todo bom aquariano tem disso. Tenho uma mania incontrolável de me apegar a certas coisas. Depois de um tempo, deixo de lado, conforme a situação. E passei por dias, semanas pensando na vida, no tempo. Enfim, tudo aquilo que remete você ao passado, às vezes distante, às vezes bem próximo.

Única certeza que tenho de tudo, é que o meu Paizão lá de cima sabe o que faz. A minha vida e o meu destino é Dele.

Afinal já passamos por tantas coisas e nunca me abandonou. Errei tanto, mas ele segue alimentando meus sonhos, meus caminhos e meu futuro.

Para finalizar só posso pedir a vocês que escutem e olhem com carinho esse vídeo. Da para pensar tantasssssssss coisas... Um abraço a todos e me perdoem pela falta por aqui.

domingo, 5 de julho de 2009

Acharei, acharei, achareiiiiiiiii !!!!


Uma música antiga, numa releitura do Engenheiros, fantástica. Simples, contagiante e divertida. Vale a pena conferir !!!

quarta-feira, 24 de junho de 2009

segunda-feira, 22 de junho de 2009

A todos os eleitores !!!


Caros amigos, copiem e colem em seus orkut´s, blog´s, etc. Enfim vamos fazer a nossa parte. Pode ser que um dia essa podridão dos nossos governantes chegue ao fim.
Para mim não tem diferença se é P do M, P do A, P do C; infelizmente nenhum deles merece nosso voto e nosso crédito. Só pelo simples fato de estarem lá é porque já se venderam para alguém.
E o pior é quando chegam ao público e dizem que a culpa é do povo. Ahhhhhhh.... Por favor, que culpa eu tenho de tentar escolher o menos canalha. As opções é que são péssimas. Mas sempre é o povo que paga a tal culpa. Pelo menos dessa maneira vamos renovando aquele "parque de diversões" de tal modo, que um dia pode ser que possamos confiar em algum destes CANALHAS.